Entre palavra e imaginidade: a tradução cinematográfica de A ostra e o vento de Moacir C. Lopes